Home Gestão Escolar Modelo de Gestão Escolar: O que é e quais você precisa conhecer!

Modelo de Gestão Escolar: O que é e quais você precisa conhecer!

Para garantir o ensino de qualidade e o sucesso da instituição, um modelo de gestão escolar bem aplicado é fundamental. Os processos educacionais podem impactar diretamente o aprendizado do aluno e, por este motivo, a administração e o setor pedagógico devem estar sempre alinhados na forma de exercerem suas funções e cumprirem com seus objetivos. 

Por conta disso, entender sobre os modelos de gestão escolar é essencial. É preciso analisar, com cautela, de acordo com a sua realidade, a melhor forma de administrar estes processos.

Ao longo deste post, apresentaremos a definição de gestão escolar e quais são os modelos que podem ser aplicados no dia a dia de trabalho, por meio da liderança de equipes, motivação do corpo docente e engajamento dos alunos.

Boa leitura!

Afinal, o que é gestão escolar?

A gestão escolar é caracterizada como modelo educacional que otimiza processos e tarefas do cotidiano dentro de uma instituição. Ela tem, como intuito, aprimorar o ensino por intermédio da organização, coordenação e articulação de diferentes habilidades e talentos que ajudam a compor condições necessárias para garantir a eficácia e o avanço das metodologias socioeducacionais.

O conceito, diferenciado de “administração acadêmica” ou “administração escolar”, aplica estratégias e ideias que estimulam a aprendizagem dos alunos e ampliam, na prática, a eficiência dos processos.

Alexandre Sayão, diretor pedagógico da Inspira Rede de Educadores, assegura que o modelo de gestão deve estar sempre a serviço do maior objetivo e da missão que a escola opta por seguir:

“Como? Primeiro, estabelecendo uma visão: quem somos, onde estamos e para onde queremos chegar como escola. Segundo, coordenando pessoas (incluindo professores e equipe pedagógica), processos, e recursos para atingir esses objetivos. Terceiro, medindo resultados constantemente, adaptando ações e planejamento para a busca de uma melhoria contínua”, explica o diretor.

Na gerência escolar, as boas práticas garantem o sucesso do ensino-aprendizagem dos alunos e, além disso, contribuem para a permanência da instituição no meio educacional.

Como reitera Gustavo Bicho, diretor da unidade Três Corações do Colégio Physics, um ambiente acessível para a comunidade sempre trará para mais perto os alunos e suas famílias.

“Essa acessibilidade tem como objetivo unir família e escola para que, no final, o principal beneficiado sejam os alunos” – Gustavo Bicho, diretor de unidade.

Por este motivo, ao refletir sobre a importância de uma gestão escolar eficiente, a equipe gestora — usualmente retratada por diretores e pelo pedagógico — optam por um modelo ideal a ser seguido, conforme as especificidades da instituição, a fim de atingir resultados e motivar equipes.

Quais são os modelos de gestão escolar?

Diferentes maneiras podem ser usadas para conduzir uma gestão escolar eficiente, sendo elas orientadas através da liderança, autoridade, disciplina, autonomia e do coletivo, mesmo que em proporções diferentes. Contudo, hoje as equipes têm optado por adotar sistemas que visem dar espaço à toda comunidade escolar envolvida neste processo. Por conta disso, os modelos de gestão escolar são separados em:

  1. Burocracia e administração centralizada
  2. Gestão participativa
  3. Decisões e ações compartilhadas

Burocracia e administração centralizada

Neste modelo, o papel do diretor é fundamental e indispensável. Como o próprio nome diz, a tomada de decisões — que vai desde a assinatura de papéis até o planejamento escolar — são centralizadas na direção da instituição.

Entretanto, isso não significa que outros membros não possam ser acionados. A diretoria pode, também, convidar profissionais e especialistas para participarem do seu time e auxiliarem na condução da administração escolar. Ainda assim, cabe afirmar: não é permitido que o diretor seja eximido de orientar e supervisionar as ações executadas ao seu redor.

Nesse contexto, as funções e as demandas devem ser realizadas de modo a facilitar o dia a dia de trabalho da diretoria e, para exercer esta liderança, é necessário ter um bom planejamento.

“Ter um cuidado burocrático é extremamente importante para manter o controle. Ter organização, melhorar os resultados através de acompanhamentos processuais é um foco no administrativo que qualquer gestor precisa obter” – Gustavo Bicho, diretor .

Gestão participativa

Na gestão participativa, toda a comunidade escolar está envolvida na tomada de decisões, entre eles docentes, gestores e alunos. Este modelo reforça o engajamento dos estudantes e motiva professores a contribuírem diretamente com a continuidade eficaz da instituição.

Para a diretoria, essa prática facilita a tomada de decisões, dado que as tarefas não ficam centralizadas e, sim, são compartilhadas com outras equipes. Contudo, para que o processo evolua positivamente, os gestores precisam estar ainda mais dispostos a ouvirem e acolherem críticas e sugestões. Assim, a comunidade se dispõe a expor ideias que tragam benefícios para todo o coletivo escolar.

Ao adotar um modelo de gestão participativa, os dirigentes podem cobrar o compromisso com profissionalismo da sua equipe e dos docentes, além do que, a grade curricular fica em constante atualização.

Por conta disso, uma boa divisão de responsabilidades e os diálogos por trás delas são fundamentais para que, assim, esse modelo de gestão escolar traga bons resultados e diferentes soluções em possíveis conflitos do dia a dia.

Decisões e ações compartilhadas 

Onde a direção é dividida por mais de um coordenador: este é o modelo de gestão escolar que opta pelo compartilhamento de decisões e ações. Nele, os profissionais se revezam por turnos a fim de solucionar e lidar com possíveis imprevistos do dia, como a organização da instituição, conflito entre estudantes, entre outros.

A direção pode contar com profissionais atuantes nos demais âmbitos escolares — como administrativo, financeiro e pedagógico — para compor sua equipe de coordenadores. Para tanto, os professores podem ser ótimas escolhas dado que eles entendem sobre a realidade da instituição.

Com o compartilhamento das decisões, também é fundamental que a gestão da escola tenha a comunicação como algo fundamental a ser inserido na rotina de trabalho do seu time, como na coordenação, direção e supervisão de tarefas.

Para o diretor de unidade do Colégio Physics, “as decisões compartilhadas e a gestão participativa geram afinidade e criam um ambiente mais propício a resultados, afinal, todos terão a responsabilidade sobre a “casa”, tornando mais produtivo e gerando, assim, melhores indicadores”.

Modelos de gestão escolar: Existe um ideal?

Vimos que os modelos de gestão escolar englobam diferentes ideias: enquanto alguns focam no aspecto pedagógico e/ou administrativo, outros contam com a participação de toda a comunidade educacional.

Cada escola possui uma particularidade e, ao adotar uma forma de administrá-la, conta com uma realidade específica — desde sua localização ao tamanho do corpo docente e a proposta pedagógica apresentada por ela.

Para o nosso diretor pedagógico Alexandre Sayão, neste aspecto deve-se entender qual a realidade da instituição através de características como:

  • Cultura
  • Equipe
  • Perfil de liderança
  • Perfil dos pais
  • Objetivos educacionais e institucionais

Através desses fatores, a escolha pode ser bem mais ou menos sucedida em uma instituição.

“Um modelo de gestão deve servir ao propósito e contexto da escola, e não o contrário” – Alexandre Sayão, diretor pedagógico.

Dito isso, cabe afirmar que apesar dos diferentes formatos apresentados, não há um modelo de gestão ideal que possa ser aplicado a todas as instituições, como afirma Gustavo, diretor de unidade:

“Acredito que não existe aquele modelo ideal, mas sim, o que mais se adapta à realidade individual de cada escola.”

REFERÊNCIAS:

Conheça 4 tipos de gestão escolar

3 modelos de gestão escolar que você precisa conhecer!

Gestão escolar: o que é e quais são seus diferentes tipos

Gestão escolar: Saiba tudo sobre principais conceitos e como desenvolver

Share:

Related Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *